O início do "A portrait".



O início do A portrait of the artist as a young man, de James Joyce, simula a linguagem abobalhada com que falamos com bebês. Aquelas variações estilísticas que se tornariam tão célebres no Ulysses já se encontram no A portrait com um desenvolvimento extremamente hábil: o livro todo, que é um romance de formação, vai mimetizando o crescimento do próprio Stephen enquanto artista, até o instante em que ele tem uma epifania vendo uma garota na praia (e a linguagem se torna altamente lírica) ou o momento em que ele começa a estudar pesado (e a linguagem imita uma espécie de diálogo platônico) ou, por fim, quando o romance fecha com um diário.

A primeira frase do livro é:

Once upon a time and a very good time it was there was a moocow coming down along the road and this moocow that was down along the road met a nicens little boy named baby tuckoo. . . .

Aproveitando que a Cia das Letras disponibilizou, como de praxe, o pdf com o início da tradução de Caetano Galindo para a obra (aqui), reúno aqui todas as traduções do início que conheço, incluindo uma minha, feita no início do ano.


Certa vez ― e que linda vez que isso foi! ―, vinha uma vaquinha pela estrada abaixo, fazendo muu! E essa vaquinha, que vinha pela estrada abaixo fazendo muu!, encontrou um amor de menino chamado Pequerrucho Fuça-Fuça...
trad. José Geraldo Vieira. Na edição da Abril, 1971 [1945].

§

Era uma vez e uma vez muito boa mesmo uma vaquinha-mu que vinha andando pela estrada e a vaquinha-mu que vinha andando pela estrada encontrou um garotinho engrachadinho chamado bebê-tico-taco.
trad. Bernardina Silveiro. Na edição da Objetiva, 2010 [1992].

§

Era uma vez, galinha pedrês, uma vacamumu vindo pela estrada e a vacamumu que vinha pela estrada encontrou um rapajinho bonjinho chamado neném tuquim...
trad. Elton Mesquita. Na edição da Hedra, 2013.

§

Era uma vez e na verdade uma ótima vez uma vacamu que vinha descendo a estrada e essa vacamu que estava descendo a estrada encontrou pelo caminho um menino divertchido chamado bebê tuco...
trad. Guilherme da Silva Braga. Na edição da L&PM, 2014.

§

Era uma vez, e que beleza de vez, uma vacamumu descia a estrada e essa vacamumu que descia a estrada topou com um meninão lindão chamado neném téfém...
trad. eu. 2016.

§

Era uma vez, e foi muito bom dessa vez que a vaquinha mumu veio descendo a rua e não é que essa vaquinha mumu que vinha descendo a rua me encontra um menino bem fofo chamado Pitoco...
trad. Caetano Galindo. Na edição da Penguin-Cia das Letras, 2016.

Comentários